1 Dezembro, 2014 archive

SUB-17 DO JEC ESTREIA COM DERROTA EM CANES

                                                  SUB-17 DO JEC ESTREIA COM DERROTA EM CANES

A Escolinha de Futebol do JEC estreou neste ultimo domingo 30/11 no campeonato Sub17, sediada na cidade de canavieiras com derrota. A Escolinha no primeiro tempo foi pra cima do time da cidade CDC comercial, chegou a marcar um gol legal com o atacante Alan, mais o juiz anulou dando impedimento. No segundo tempo o time voltou a campo apático e nervoso, sem ter nenhum tipo de reação acabou levando dois gols de contra-ataque, sendo assim derrotado por 2 a 0.

O técnico Osvaldo disse que o time fará algumas contratações para próxima partida, pois a escolinha ainda tem chances de classificação “Reforçaremos a nossa equipes em algumas posições que nós não temos, jogamos com jogadores improvisados, é muito ruim jogar improvisado ”Quero trazer esse titulo para colônia, o JEC sempre entra nas competições para vencer, não será diferente agora, com humildade e pés no chão vamos conseguir” palavras do treinador Osvaldo. 
A Escolinha do JEC entrou em campo com 1°Caio, 6°Erikinho, 3°Vinicios, 4°Artu e 2°Bruno, 8°Tiago, 5°lotinha, 7°Jefinho e 10°Léo, 9°Alan e 11°Dd
A Escolinha volta a campo no proximo domingo dia 07/12 às 10hs da manhã. 
FONTE: AVANTEJEC

ERA UMA VEZ EM UMA CIDADE TÃO, TÃO, TÃO DISTANTE UM(A) FUNCIONÁRIO(A) CARO…

MATÉRIA EXCLUSIVA DO BLOG ATITUDE EM UNA
Na cidade tão, tão, tão distante um(a) funcionário(a) da Secretaria de Educação recebe mais de R$60 mil reais em 10 meses, e não é o secretário de educação. É um(a) simples coordenador(a).

Na cidadezinha pequenina e tão charmosa, onde seus moradores amargam uma marca apagada de apenas R$310 de renda per capita, tal herói ou heroína não faz muita coisa para chegar a ganhar até R$11 mil em um único mês. Um pouco menos do que o(a) prefeito(a) e mais do que o(a) vice-prefeito(a), que respectivamente e na teoria, são o primeiro e segundo salário da cidade.

Em uma cidade feita com muito esmero, tudo é lindo, sua fauna e flora são abundantes, assim como a esperteza de alguns, pois o salário do herói ou heroína chega a ser composto por mais de 57% de gratificações, o que não é permitido por lei. (achamos)
Porém, como a cidadezinha tão, tão, tão distante não existe, é fictícia, nada irá acontecer. Certo ou errado?
                          
E assim, todos viverão felizes para sempre. Será? 
Bom pelo menos o herói ou heroína que recebeu em apenas 10 meses mais de R$60 mil reais (e se continuar no mesmo ritmo receberá no ano de 2014 um total de mais ou menos R$74.676,95 (setenta e quatro mil, seiscentos e setenta e seis reais e noventa e cinco centavos) é certeza que o natal será gordinho.
É ou não é um conto de fadas?