Fevereiro 2017 archive

UNA: PREFEITURA ADERE AO PISO NACIONAL DOS PROFESSORES E ANTECIPA SALÁRIO

                                       download (1)

A Prefeitura de Una informa que o pagamento dos salários dos servidores municipais referente ao mês de fevereiro foi antecipado para esta sexta-feira (24). Mesmo diante da crise financeira que assola os municípios, o prefeito Tiago Birschner antecipou o pagamento devido ao feriado prolongado de Carnaval, para que os servidores aproveitem melhor o período de recesso e também para fortalecer a circulação de renda no município, além de reafirmar o compromisso da Administração com a categoria.
E neste mês de fevereiro a Prefeitura também já garantiu o aumento de 7,64% para os professores, inserindo os educadores de Una dentro do Piso Nacional Salarial, que estabeleceu um reajuste acima da inflação. Muitas cidades ainda não estão pagando ao Piso, mas a Prefeitura de Una decidiu pagar os professores já a partir deste mês com o aumento.
O novo Piso é de R$ 2.298,80, ou seja, o professor que tem carga horária mínima de 40 horas semanais e formação em nível médio não pode receber menos do que esse valor.
FONTE: UNA NEWS

GOLEIRO BRUNO CONSEGUE HABEAS CORPUS NO STF E DEVE SAIR DA CADEIA NESTA SEXTA FEIRA

Goleiro Bruno em Santa Luzia (Foto: Bernardo Pombo e Luiz Cláudio Amaral)

                          

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu um habeas corpus que permite a saída do goleiro Bruno Fernandes da prisão na noite desta quinta-feira. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do STF na manhã desta sexta-feira.

O ministro deferiu o habeas corpus nº 139612, que permite que Bruno recorra de sua condenação pelo sequestro, morte e ocultação do cadáver da modelo Eliza Samudio em liberdade. Segundo a assessoria do STF, Marco Aurélio argumentou que o recurso já estava há três anos sem apreciação e, portanto, deu a Bruno o direito de continuar esperando essa análise solto.
Ainda segundo a assessoria, o documento é válido apenas se ele não estiver preso por outros crimes que não tenham relação com o caso Eliza Samudio. Os trâmites de análise do alvará e liberação do goleiro cabem à Vara de Execuções Penais de Santa Luzia, já que Bruno está preso na Associação de Proteção e Assitência ao Condenado (Apac) da cidade da Grande BH.
O advogado Lúcio Adolfo, que representa Bruno, disse que já está na Apac aguardando a liberação do cliente. “A expectativa é que ele seja liberado por volta do meio dia”, diz o defensor.

Habeas Corpus goleiro Bruno (Foto: Reprodução)

FONTE: GLOBO ESPORTE

TIAGO PASCOAL- A “ERA” DA DERROCADA DE UM IMPÉRIO

Colunista: Tiago Pascoal
“Aqui “in my house” a preferência é a plataforma do YOUTUBE
acessada pelo smartphone e/ou notebook”.
Atualmente vivemos um momento de
intensa crise sistêmica de proporções inimagináveis, gerando como consequência convulsões
em diversas áreas da nossa sociedade. Pode-se perceber agudas instabilidades no
campo empresarial, organizacional (igreja e ONG’s), político institucional,
jurídico, econômico e paradigmático. Há quem diga que tais bases estão sendo
sacudidas por uma crescente avalanche motivada pela transformação do mundo em
rede e consequentemente por um período denominado “era da pós-verdade”.
Abro um parêntese para comentar
sobre recentes acontecimentos envolvendo as principais ferramentas que
contribuem para esse “mundo em rede” tão atacadas pelos defensores da “era da pós-verdade” (Facebook e Youtube).
Nos últimos dias impressionou-me notícias
veiculadas pelo Colônia Notícias.
Tratou-se de simples iniciativas promovidas no campo político institucional e esportivo.
A primeira na área da gestão pública, mais especificamente voltada à transparência
dos atos administrativos, foi protagonizada pelo gestor do município de Condeúba
interior da Bahia. O prefeito decidiu por mera liberalidade transmitir ao vivo pelo
facebook, via perfil institucional da Prefeitura, uma licitação para compra de
merenda escolar do município. Fato inédito em nosso país!
A segunda ação, esta na área
esportiva, tratou-se de um desacordo envolvendo os grandes clubes de futebol do
estado do Paraná e uma das empresas partícipe do monopólio midiático em nosso país
(Atlético/Curitiba X Rede Globo de TV). As equipes não aceitaram a merreca
oferecida pela Globo visando a obtenção dos direitos de transmissão do clássico
ATLETIBA, decidindo assim, de forma articulada, por transmitir o jogo do
campeonato curitibano pela internet mediante a utilização da plataforma do youtube.
De volta ao tema da “pós-verdade”,
este tem sido usado para definir um dado comportamento social direcionado à uma
não aceitação da veracidade dos fatos. Numa época em que o compartilhamento de
informações tem sido cada vez mais dinâmico e veloz, “fatos objetivos têm tido menos influência em moldar a opinião pública
do que apelos à emoção e crenças pessoais”
[1].
No Brasil, assim como nos demais
países do globo, quem mais tem alardeado sobre essa espécie de “pós-verdade” é
a grande mídia tradicional. O incomodo se deve a alta capacidade de produção de
conteúdo compartilhada pelas mídias alternativas de massa (facebook, youtube, blogs),
bem como a sua capacidade de “roubar a cena” da mídia tradicional no que diz
respeito a formação de consensos sociais, ou seja, a modelagem de pensamento da
opinião pública.
Essa abordagem “crítica’ das
mídias tradicionais em direção às ferramentas alternativas de distribuição de conteúdo,
tende a soar como uma postura um tanto que hipócrita. Tal constatação se deve a
capacidade de manipulação da notícia por parte da imprensa que “lê o mundo pela ótica estrita de seus
interesses (de classe, políticos, empresariais etc.)”
1, dispensando a importância devida aos
fatos, o que rotineiramente tem sido percebido pelo público em geral. É a
chamada verdade relativa e/ou subjetiva! Nesse sentido, se faz desnecessário o espanto
quanto a explosão da “pós-verdade”, não é verdade? (risos)

Concordamos com a tese de que o
Brasil entrou numa “era da pós-verdade”, o simples olhar para os recentes
acontecimentos na política brasileira nos permite dizer isso. Os algozes de
Dilma Rousseff disseram diversas vezes – quase como um mantra -, em alto e bom
som, que ela não estava sendo julgada por um crime de responsabilidade
(condição si ne qua non para um impeachment), mas sim, condenada pelo “conjunto
da obra”.   Contudo, a que se considerar as
responsabilidades dos diversos meios de comunicação de massas (tradicional ou
alternativo). Nessas terras tupiniquins, se por um lado os grandes meios de
comunicação de alguma forma contribuem de maneira velada para a construção de “verdades”
relativizadas, por outro a mídia social também detém o poder de construir “verdades”
em fração de segundos, acabando por vezes, ambos agindo descomprometidos com a
realidade dos fatos.
A conclusão que chegamos é que
esse ataque desproporcional em direção as mídias alternativas vislumbram tão
somente desestruturar a crescente adesão por parte do público em geral a pujante
produção de conteúdo compartilhada pelas redes sociais. Esse certamente é o
grande “X” da questão. É nada mais, nada menos, do que o poder de influência incomensurável
que tais ferramentas alternativas (facebook, youtube, netflex, etc.) estão exercendo
nos telespectadores brasileiros, o que nos faz perceber, uma dada alteração do modo
de vida nas mais diversas áreas (social, econômica, educacional, psicológica e
política).
Será mesmo que a elite brasileira
branca suportaria por muito tempo o sucesso de um youtuber nordestino que já
deixa o Jornal Nacional para trás, com vídeos com mais de 10 milhões de
visualizações? Conheça Whindersson Nunes, um dos brasileiros chamados de “digital influencers”(clique aqui). Quem
não se lembra da recente ação governamental direcionada à internet? Pois é, não
à toa, as grandes empresas de telecomunicações fizeram um movimento articulado
para limitar a internet fixa.
Retomando o histórico episódio ocorrido
no último domingo no caso ATLETIBA. Ficará para a história a entrada triunfal
de mãos dadas das equipes do Atlético Paranaense e do Curitiba, gesto simbólico
de enfrentamento à imposição econômica da Globo junto a Federação Paranaense de
Futebol. O objetivo de ambos os times era tão somente transmitir pela internet
o seu direito de arena, ou seja, o seu espetáculo (e não o da Globo e/ou Federação).
Infelizmente, de forma autoritária e a mando do seu capataz, a FPF tentou impor
o seu pensamento econômico junto as equipes que resistiram bravamente, marcando
assim a história esportiva e da telecomunicação de nosso país.
Finalizo dizendo que já faz algum
tempo que não assisto Canal aberto de TV, principalmente a Rede Globo, de forma
hegemônica trocamos a tela principal de comunicação televisiva. Aqui “in my house” a preferência é a plataforma do YOUTUBE
acessada pelo smartphone e/ou notebook. Faço isso porque decidir contribuir
para com o pensamento de Paulo Henrique Amorim, que no seu programa jornalístico,
televisivo e alternativo chamado “Conversa
Afiada”
, expôs a seguinte impressão sobre o presente período temporal em
que vivemos (“era da pós-verdade”): “o
império da Globo desaba como o império americano, caco por caco”
.


[1] PRIOLLI,
G.. A era da pós-verdade. Revista Carta Capital. Disponível em: http://www.cartacapital.com.br/revista/933/a-era-da-pos-verdade.

DEPUTADOS APROVAM PROJETO PARA CRIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE IDENTIDADE UNICO

                 

A Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta terça-feira (21) o projeto de lei que determina a criação de um documento único contendo dados biométricos e civis, como RG, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e título de eleitor.
A Identificação Civil Nacional utilizará a base de dados biométricos da Justiça Eleitoral, do Sistema Nacional de Informações de Registro Civil e dos Institutos de Identificação dos Estados e do Distrito Federal.
O projeto de lei 1775/15, apresentado pelo Governo Federal e pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tramitava na Câmara desde 2015 e agora segue para o Senado.
FONTE: BLOG AGRAVO

BR-101: CAFEICULTORES DE UNA PARTICIPAM DE MANIFESTAÇÃO CONTRA IMPORTAÇÃO DE CAFÉ FECHANDO RODOVIA EM ITAMARAJÚ

                                      16933923_254087248373839_1380618930_n

Cafeicultores da cidade de Una, Bruno Celestino, Tiago da Juerana e Relison lorenzoni, além do empresário de Colônia, Edcarlos “Mutuca” juntamente com outros produtores de café do Sul e Extremo Sul da Bahia participaram da manifestação, onde fecharam a BR-101 no município de Itamaraju na manhã desta quarta-feira (22). Começou por volta das 7h e encerrou às 9h30min.

O protesto dos produtores Rurais tem como objetivo pressionar o governo Federal, demostrando que são contra a importação de café Conilon do Vietnã, que geraria uma iminente crise no setor, com quebradeira geral e desemprego em massa.
Os produtores entendem que a importação do café Conilon vai trazer sérios prejuízos aos produtores que lutam com dificuldade para manter os altos custos da produção, e essa atitude do governo só vai prejudicar ainda mais os cafeicultores brasileiros.
As manifestações dos cafeicultores estão acontecendo em diversos pontos ao longo da BR-101 na Bahia e no Espírito Santo.
Fotos: Bruno Celestino e Matéria Una News

COLÔNIA DE UNA: ASSOCIAÇÃO DOS PEQUENOS PRODUTORES RURAIS KM12 COMPLETA 22 ANOS DE FUNDAÇÃO

                                     20170218_135902

A Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Km12, no distrito de Colônia de Una, comemora nesta terça-feira 21 de fevereiro, seus 22 anos de fundação.
O presidente Adelson Almeida, parabeniza sua diretoria e sócios pela união de todos, e agradece aos amigos e parceiros que contribuíram na tão sonhada construção da sede da associação, que irá se tornar realidade, onde início a obra no último sábado (18), em ritmo de mutirão.
FONTE: UNA NEWS

DEPUTADO PROPÕE A GOVERNO CRIAÇÃO DA REGIÃO METROPOLITANA DO SUL DA BAHIA

                              acccg

Para atender a urgência da melhoria dos serviços públicos da região Sul da Bahia, o Deputado Estadual Augusto Castro propôs ao Governo do Estado a criação da Região Metropolitana do Sul da Bahia. O parlamentar elaborou minuta de Projeto de Lei sobre o tema, que foi protocolado nessa segunda-feira, 20/02, na Secretaria da Mesa da Assembleia Legislativa da Bahia.
O documento sugere a composição por agrupamento dos municípios de Almadina, Barro Preto, Buerarema, Coaraci, Floresta Azul, Ibicaraí, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itajuípe, Itapé, São José Da Vitória e Uruçuca. São 13 ao total, tendo Itabuna por cidade pólo, como já instituído na Constituição do Estado. O parlamentar reconhece o desafio, mas acredita que a criação da RMS Sul da Bahia estimulará atividades econômicas, através da autonomia administrativa de recursos e planejamento de interesse comum da região cacaueira. “A criação da Região Metropolitana Sul demandaria um maior planejamento estratégico das ações governamentais, unificação de políticas públicas, renovação de equipamentos urbanos e elevação da qualidade de vida da população com a melhora nos serviços públicos”, argumentou.
“A recente articulação de empresários da região nesse sentido confirma essa necessidade”, sinalizou o parlamentar. Essa semana empresários e representantes do Sebrae, CDL e Sindicom de Ilhéus, ACI de Ilhéus e Itabuna, Associação de Turismo de Ilhéus (ATIL), Desenbahia, Fundação Regina Cunha criaram uma comissão para solicitar um estudo técnico para criação da RMS.
Em 2015, Augusto Castro já havia enviado a Indicação 20.927/2015 ao Governador tratando do mesmo tema.
FONTE: POLITICO DO SUL DA BAHIA