Março 2017 archive

Mar 21

UNA: MORADORES DO MUNICÍPIO FAZEM “CAMINHADA PELA PAZ “

                               17453750_266515857130978_1048688491_o

Em protesto contra o aumento da criminalidade, os moradores da cidade de Una, no Sul do Estado, vestidos de branco com cartazes e faixas, realizaram na manhã desta terça-feira (21) pelas Ruas da cidade, a “CAMINHADA PELA PAZ”.
A concentração aconteceu por volta às 9h, em frente à Câmara de Vereadores, que logo após, seguiram em caminhada, com encerramento em frente ao Fórum Ministro Eduardo Espínola.
Além de pedir Paz pela cidade, a população solicita um Juiz Titular na Comarca de Una.

“Nós moradores de Una queremos um pouco mais de paz. Sabemos que a violência tá em todo o País, mas o município de Una está difícil de se viver. Esperamos que a Secretaria da Segurança Pública do Estado, veja nossa situação”, declarou um morador da cidade

O movimento foi organizado pela própria comunidade

VEJA AS FOTOS DO MOVIMENTO ABAIXO

FONTE: MATÉRIA EXCLUSIVA E CEDIDA PELO SITE UNA NEWS

Mar 18

MINISTRO DO STF LIBERA AÇÃO QUE PEDE ABERTURA DE IMPEACHMENT DE TEMER

                                     Resultado de imagem para TEMER FOTO

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou para julgamento no plenário da Corte a ação que pede a abertura de processo de impeachment do presidente da República em exercício, Michel Temer, por crime de responsabilidade.
No começo do mês passado, Marco Aurélio concedeu uma liminar determinando a instalação de uma comissão especial para analisar o pedido de impeachment de Temer nos moldes do que ocorreu com a presidente afastada, Dilma Rousseff.
Agora, caberá ao presidente do Supremo, ministro Ricardo Lewandowski, marcar uma data para o julgamento do caso.
A decisão de Marco Aurélio foi tomada após pedido do advogado Mariel Marley Marra contra decisão do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tomada em 5 de janeiro, que rejeitou abrir processo por entender que não havia indício de crime.
Decretos
Na ação judicial, o advogado autor do pedido de impeachment argumentou que Temer cometeu o mesmo ato de Dilma ao assinar decretos que abriram créditos suplementares sem autorização do Congresso, incompatíveis com a meta de resultado primário.
A assinatura dos decretos é um dos pontos que embasaram o pedido de afastamento de Dilma protocolado pelos juristas Miguel Reale Jr, Hélio Bicudo e Janaina Paschoal.
Na ocasião, Mariel Marley Marra também havia solicitado ao Supremo a suspensão do processo de impeachment de Dilma para que o processo de Temer fosse anexado ao da petista. Marco Aurélio, entretanto, havia negado esse ponto.
saiba mais
Parecer da PGR
Depois de ordenar que a Câmara instaurasse a comissão especial para analisar o pedido de impeachment de Temer, Marco Aurélio Mello notificou todos os envolvidos para que opinassem sobre o tema, e o Supremo pudesse julgar definitivamente o caso.
Na semana passada, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou parecer ao STF no qual ponderou que, na opinião dele, não houve ilegalidade por parte de Eduardo Cunha no momento em que o peemedebista rejeitou o pedido de impeachment de Temer. Por conta deste entendimento, o chefe do Ministério Público defendeu que a liminar concedida por Marco Aurélio Mello fosse cassada.
“Assim, nos limites estabelecidos para a apreciação dos atos do Congresso Nacional pelo Poder Judiciário, não se verifica violação de norma constitucional ou conduta abusiva por parte do impetrado. Ante o exposto, opina a Procuradoria-Geral da República pela denegação da segurança, cassada a liminar anteriormente concedida”, diz Janot no parecer.
Em seu parecer, Janot lembrou que Eduardo Cunha explicitou que negou o pedido sobre Michel Temer porque os decretos foram assinados pelo vice-presidente antes da mudança da meta de resultado primário.
“O Presidente da Câmara dos Deputados, ao apreciar os decretos não numerados de responsabilidade da Presidente da República e do Vice-Presidente da República, adotou os mesmos critérios em ambos os casos, e o resultado oposto em uma e outra, a primeira com acolhimento da denúncia e a segunda com a declaração de inépcia, decorre do marco cronológico adotado pelo Congresso Nacional para reconhecer o descumprimento da meta fiscal”, afirmou o procurador.
Segundo Janot, quando o governo mudou a meta de responsabilidade fiscal deveria ter observado o cumprimento da meta. Embora ele não cite diretamente o caso da presidente Dilma Rousseff, o procurador afirma que o governo deveria ter observado a meta. Foi a primeira manifestação de Janot sobre possível irregularidade por parte da presidente na assinatura de decretos.
FONTE: G1

Mar 17

EDITAL: LDU-LIGA DESPORTIVA DE UNA CONVOCA OS CLUBES FILIADOS PARA REUNIÃO

FONTE: ENVIADO PELO LDU

Mar 17

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL: PREFEITURA DE UNA CONVOCA OS BENEFICIÁRIOS DO PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA

                              ujgweutugjbcbjghdsfjdf

A Prefeitura de Una através do Edital nº 1757, está convocando os beneficiários do Programa Minha Casa, Minha Vida a comparecer na Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social, localizada na Avenida Getúlio Vargas, nº s/n, Centro, para atualização cadastral.
A atualização cadastral encerra-se em 14 de abril no próximo mês. O beneficiário que não comparecer, terá o cadastro cancelado.
Confira os nomes dos beneficiários.

etrdtthhggf
uiyrthurtjhjh
FONTE: UNA NEWS

Mar 14

REFLEXÃO: O QUE GILMAR QUIS DIZER COM ISSO?

GILMAR MENDES MINISTRO DO STF

FONTE: CONVERSA FIADA

Mar 14

ESMAEL DIZ: BOMBA DO JANOT VIROU PEIDO DE VÉIA

                                         Furnas.jpg

Bombordo e estibordo ficaram “decepcionados” com o procurador-geral Rodrigo Janot. 
Ambas as bandas ficaram esperando a tal “Lista de Janot” contendo até 80 pedidos de abertura de inquérito para investigar políticos no STF. 
A “bomba” de Janot — especulada pela velha mídia — não passou de um “peido de véia”. 
Muito se falou nesta segunda-feira (13) que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) encabeçaria os políticos citados em depoimentos dos delatores da Odebrecht. 
Bobagem. 
Janot continuará a ser seletivo e parcial como fora até agora. 
A “Lista de Janot”, se é que ela existe, reza a lenda, levaria abaixo praticamente todo o governo golpista de Michel Temer (PMDB). 
Continuo acreditando no seletivismo do MPF, da Lava Jato e do Judiciário como um todo. 
(Tenha em mente o papel jurisdicional deles no golpe de Estado). 
Por isso é importante que esquerda e direita coloquem as barbas de molho, pois podem se frustrar como no caso do professor Leandro Karnal. 
Duas decepções em menos de uma semana é demais… 
FONTE: CONVERSA FIADA!

Mar 13

CAMPANHA SALARIAL 2017: SINFESPU CONQUISTA 12 REIVINDICAÇÕES ENTRE AS 15 REALIZADAS

                                    

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipal-Sinfespu, informa aos seus sindicalizados sobre a conquista das doze reivindicações, entre as quinze realizadas, junto ao Chefe do Poder Executivo, fato esse, que é o resultado da eficiente luta da Comissão de Negociação Permanente constituída pelos representantes sindicais, respectivo departamento jurídico, servidores públicos, prefeito e membros da Administração Pública, a qual permanecerá durante os quatro anos da presente gestão com reuniões trimestrais.
                                    
O Prefeito Tiago compareceu na assembleia, e na oportunidade anunciou a reposição salarial de 6,58%, mais a devolução da Promoção por Antiguidade que foi retirada pela ex-prefeita.
A Luta Sindical e a sensibilidade da Administração Pública valorizará os servidores e, por consequência, haverá o crescimento do município. Ressalte-se que diante do permanente cenário nacional de grave crise econômica as mencionadas conquistas refletem ganhos expressivos ao funcionalismo público se comparados aos dos demais municípios baianos.
                                       
Assim, há de se congratular todos os servidores, em especial os sindicalizados, que compareceram e aprovaram por unanimidade com sabedoria as propostas apresentadas para votação na Assembleia realizada na última sexta-feira 10 de março, na Câmara Municipal.
FONTE: SINFESPU